Comunidade lusófona se reúne para discutir recursos hídricos

Uma história iniciada em 1994, em Lisboa, Portugal, teve continuidade nesta segunda-feira, 26 de setembro. Isso porque hoje começou o 10º Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Oficial Portuguesa (Silusba) em Porto de Galinhas (PE). O evento ocorre, pela primeira vez, simultaneamente ao Congresso Mundial da Água e as discussões vão até o dia 29. O Simpósio tem o objetivo de promover a reflexão, o debate e o compartilhamento de conhecimento e experiências sobre a gestão da água num mundo em mudança.

Desde a primeira edição do Silusba em Lisboa, o evento passou por cinco países de três continentes: Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal. Entre as cidades brasileiras, Porto de Galinhas (PE) se junta a Recife (1995), Aracaju (2001) e São Paulo (2007) como sedes brasileiras do encontro. Nesses 17 anos de Simpósio, cerca de 1200 participantes - entre eles, representantes da ANA - já discutiram desafios e soluções para a melhoria da situação dos recursos hídricos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Ainda durante a cerimônia de abertura do 10º Silusba, o professor Antônio Betâmio de Almeida fez uma apresentação sobre incerteza e gestão do risco associado aos recursos hídricos.