Abdib defende metas ousadas para o saneamento básico no continente americano

A Abdib participa, nos dias 7 e 8 de setembro, na Cidade do México, no México, de um encontro que reúne agentes governamentais, regulatórios e empresariais do setor de saneamento do continente americano. O seminário é parte da preparação regional nas Américas para o Fórum Mundial da Água (World Water Forum, em inglês), que será realizado na cidade de Marselha, na França, em marco de 2012.

O Brasil terá um papel de destaque no fórum mundial, pois será presidido pelo brasileiro Benedito Braga, ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), atual vice-presidente do Conselho Mundial da Água (World Water Council, em inglês), e professor da Universidade de São Paulo (USP). O fórum tem o apoio da Abdib.

Giancarlo Gerli, diretor de Planejamento da Abdib, pretende defender, durante os painéis de discussão, uma meta ousada para o continente americano. "Acredito que em pelo menos metade dos países das Américas podemos reduzir pela metade os índices de acesso à água e dobrar os índices de coleta e tratamento de esgoto em um prazo de dez anos", explicou.

Para Gerli, há três aspectos prioritários para impulsionar investimentos em saneamento básico e elevar radicalmente os índices de atendimento: ambiente institucional favorável para materializar as metas, financiamento e governança.

Por trás desses pilares, defende Gerli, é fundamental haver estabilidade macroeconômica, pois os empreendimentos são de longo prazo. "O saneamento precisa passar a ser uma política de Estado, com prioridade política, e os governos precisam se preocupar mais com a estratégia do que com a operação", disse.