SC: Receita apreende 60 t de lixo da Espanha

O material foi enviado ilegalmente do país espanhol para o porto de Itajaí

A Receita Federal apreendeu, na última sexta-feira, 60 toneladas de lixo enviado de maneira ilegal da Espanha ao porto de Itajaí, em Santa Catarina.

Após análises de técnicos da Anvisa, foi constatado que o material não poderia entrar no país por apresentar condições sanitárias perigosas.

O lixo estava distribuído em seis contêineres. O material foi importado por uma empresa gaúcha e estava identificado como aparas de plástico, material reciclável.

A Receita, o Ibama e a Anvisa pretendem enviar o material para a Espanha o mais rápido possível. A fraude na identificação do lixo foi a mesma utilizada em outra apreensão proveniente do exterior, que ocorreu no ano passado.

Em agosto de 2010, uma carga de 22 toneladas de lixo foi encontrada em material importado como aparas de plástico no porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. Os contêineres, com fraldas usadas e embalagens vazias, haviam sido importados da Alemanha.

À época, a empresa responsável pelas importações disse que sofreu um golpe, e a transportadora foi multada em R$ 1,5 milhão e teve que arcar com os custos de levar o material de volta à Europa.