Acidente mata e polui ribeirão

A queda de uma carreta carregada com 25 toneladas de cal no Ribeirão do Amparo, na cidade de Santo Antônio do Amparo, Centro-Oeste de Minas, será alvo de investigação. Militares da Companhia de Polícia de Meio Ambiente de Oliveira estiveram no local do acidente e fizeram levantamentos para o boletim de ocorrência que será encaminhado à Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam).


O veículo, com placa de Juiz de Fora, seguia na noite da quarta-feira pela BR-381 quando, no km 651, o motorista Carlos Eduardo Françoso, de 30 anos, perdeu o controle do veículo, que saiu da pista e mergulhou no ribeirão. O caminhoneiro morreu na hora e houve derramamento de parte da carga nas águas. Militares do Corpo de Bombeiros de Lavras trabalharam até o começo da tarde de ontem na limpeza.


Funcionários de uma empresa especializada em emergências químicas auxiliaram na despoluição do leito do ribeirão, cujas águas não servem ao abastecimento público da cidade.

Jornal "Estado de Minas", 19/11/2010