Fogo ameaça Rola Moça

Um incêndio de grandes proporções destruiu mais de 15 hectares no entorno do Parque Estadual do Rola Moça, entre os municípios de Brumadinho e Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A região tem muitas grotas e erosões e o foco do fogo foi uma crista de serra, entre dois vales, de difícil acesso. Cinquenta e nove bombeiros e 15 brigadistas do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e da Copasa precisaram contornar um abismo para chegar ao local. Outros chegaram de helicóptero.

O tenente Cléber Ribeiro de Carvalho conta que as chamas começaram às 11h de terça-feira e o combate foi encerrado à meia-noite e reiniciado às 5h30 de ontem. Pela manhã, aeronaves com bolsões de água, abastecidas em lagoas da região, ajudavam no cerco à propagação. Abafadores, bombas d'água e chicotes não eram suficientes para debelar o fogo. "Não sabemos a causa. O fogo começou num local de difícil acesso, em propriedade particular, e a nossa preocupação é evitar que chegue ao parque, aos condomínios vizinhos e às fazendas", disse. Às 14h50, o fogo já estava a 1,5 quilômetro de distância dos limites do Rola Moça. A vegetação seca e os ventos fortes dificultavam os trabalhos.

Segundo os bombeiros, o incêndio começou na Fazenda do Varjão perto de um lixão. A umidade relativa do ar em Belo Horizonte está em aproximadamente 40%, o que favorece esse tipo de fenômeno. A última chuva na região metropolitana foi em 5 de abril. Não há previsão de precipitações para esta semana.