Audiência pública discute ocupação na Bacia do Isidoro

Na última quinta-feira, dia 5, foi realizada uma audiência pública para discutir o projeto "Granja Werneck". O projeto visa à criação de um bairro na Sub-bacia do Ribeirão Isidoro, Regional Norte de Belo Horizonte, permitida a partir de uma revisão no Plano Diretor de BH. O consórcio responsável pela ocupação apresentou em fevereiro deste ano o estudo e relatório de impacto ambiental e aguarda a liberação de licença prévia. Algumas medidas pretendem minimizar os impactos da intervenção, como a construção de dois parques lineares na área, além do compromisso de manter os cursos d'água em leito natural e favorecer a recuperação de matas ciliares.
De acordo com o coordenador do Projeto Manuelzão, Marcus Vinícius Polignano, que acompanhou as discussões, "o projeto tem aspectos positivos no que tange à área que vai ser ocupada, mas falta ser discutido o que vai acontecer no entorno". Com a conclusão do Projeto Granja Werneck, a previsão é que cerca de 200 mil pessoas passem a ocupar a área. Com isso, aumentam as preocupações sobre questões de saneamento na Bacia do Isidoro e alternativas para a mobilidade urbana em toda a região.
Segundo Polignano, a ideia agora é manter a atenção, procurando reunir núcleos Manuelzão e outras lideranças comunitárias para discutir os impactos na Bacia e buscar propostas do poder público para resolver as demandas que devem surgir com a ocupação.